ESTAMPARIA ARTESANAL | ESTÊNCIL | 2ª parte

4 novembro 2010 at 0:11 25 comentários

Conforme prometido na semana passada, publico hoje a segunda parte do passo-a-passo da estamparia artesanal feita com Estêncil.

COMO ESTAMPAR USANDO ESTÊNCIL

Material necessário

  • Tintas para tecido
  • Godê ou prato pequeno
  • Esponja macia ou pincel batedor (para aplicar a tinta)
  • Tecidos de fibras naturais (algodão, linho, etc.)
  • Fita crepe ou durex (para fixar o estêncil sobre o tecido)
  • Jornais velhos ou papel pardo
  • Moldes de estêncil

Organize o material a ser usado para estampar e prepare o local da aplicação. Forre a superfície que servirá de apoio com jornais (ou papel pardo) para protegê-la.

Estique o tecido sobre a superfície protegida e prenda-o com fita crepe ou durex. Considere que o tecido deverá ser composto por fibras naturais, do contrário a tinta não se fixará adequadamente. Em seguida, fixe o estêncil (com durex ou fita crepe) sobre a parte do tecido que pretende estampar.

Escolha a tinta que será aplicada e coloque-a, sem diluir, num godê ou prato. Se for usar o pincel batedor, o godê é mais indicado, pois evitará que a tinta se espalhe muito. Se for usar a esponja — pode ser uma esponja de cozinha cortada em pequenos pedaços — terá a opção das diferentes texturas para criar efeitos diversos.

Molhe a esponja ou o pincel na tinta e comece a aplicá-la, pressionando suavemente e de dentro para fora, nos espaços vazados do estêncil. Não exagere na quantidade de tinta e tome cuidado para que ela não escorra por baixo do molde.

Aplique uma ou duas demãos de tinta conforme a necessidade ou a intenção do efeito que deseja obter. Fique atento para não ultrapassar as dimensões externas do estêncil e borrar acidentalmente o tecido ao redor dele.

Destaque o durex das bordas do estêncil e retire-o cuidadosamente de cima do tecido. Deixe a tinta secar.

Posicione o outro estêncil (com a figura do caule) no local apropriado e repita os procedimentos descritos anteriormente. Se a estampa tiver mais de uma cor, aplique as tintas mais claras antes das escuras. Espere que cada cor seque completamente antes de aplicar as demais.

Depois de aplicada a nova cor, remova o molde e deixe a tinta secar por aproximadamente 72 horas. Para melhor finalização, antes de o tecido ser lavado, passe-o com um ferro quente colocando um pano sobre a estampa ou pelo lado do avesso. Isso ajudará a fixar melhor a tinta. Não se esqueça de limpar bem os estênceis usados no processo, pois eles poderão ser reutilizados em outras ocasiões.

A técnica do estêncil permite que, além de estampas localizadas, sejam feitas também “estampas corridas” (ou falso-corrido). Para tanto, basta repetir a aplicação dos motivos a intervalos regulares ou mesmo aleatoriamente a fim de estampar superfícies maiores. Como nos exemplos a seguir.

Estampa feita apenas com o estêncil das folhas e caule do motivo floral. As folhas em azul mais escuro foram aplicadas com o mesmo molde sem que o caule fosse impresso — pode-se isolá-lo, cobrindo-o com fita crepe ou simplesmente não aplicando a tinta no espaço vazado.

Estampa feita apenas com o estêncil da flor. O molde foi posicionado de forma a simular uma padronagem.

 

Entry filed under: design de superfície, estampa, estamparia, estamparia artesanal, estampas, estêncil, pattern, patterns, prints, surface design, textiles. Tags: , , , , , , , , , , , , , , .

ESTAMPARIA ARTESANAL | ESTÊNCIL | 1ª parte PROJETO DE ESTAMPAS

25 Comentários Add your own

  • 1. Katia Bonfadini  |  4 novembro 2010 às 6:46

    Que máximo! Adorei o resultado!!!!! Ficou ótimo mesmo!!!! E que bom saber que dá pra estampar tecidos em casa de uma maneira interessante e prática! Bjs!

    Responder
    • 2. Wagner Campelo  |  5 novembro 2010 às 14:45

      É verdade, Bonfa. O mais legal é que o resultado sempre fica exclusivo, pois muito dificilmente é possível repetir a estampa com a mesma exatidão.
      Beijo!

      Responder
  • 3. Vanilde Berghs  |  4 novembro 2010 às 8:43

    Adorei Wagner seu passo a passo, tenho muitos estêncil e agora vou usar direitinho.
    bjs!

    Responder
    • 4. Wagner Campelo  |  5 novembro 2010 às 14:49

      Aproveite, então, prima! Em breve pretendo fazer alguns estênceis pra estampar tecidos e papéis também!
      Beijo.

      Responder
  • 5. Crystina  |  4 novembro 2010 às 11:12

    Com bom gosto, as coisas mais simples podem ficar lindas! Creio que a base do minimalismo é isso.
    Uma pergunta: essa técnica poderá ser usada em seda (pura e/ou mista)?
    Mais uma vez, obrigada por sua dedicação.
    Abraços, Crys

    Responder
    • 6. Wagner Campelo  |  5 novembro 2010 às 14:57

      Crys, como a seda é uma fibra natural, a tinta para tecidos deve se fixar sem problemas. Mas, se você usar tintas específicas para seda, creio que o resultado poderá ser melhor. Em relação à seda mista… se a composição for de fibras naturais com artificiais (por exemplo: seda e acrílico) a tinta só vai se fixar nos fios de fibra natural, e o resultado não será bom. Em todo caso, talvez seja melhor fazer um teste num retalho do tecido pra ver o que acontece.
      Abraço.

      Responder
      • 7. Crystina  |  5 novembro 2010 às 15:22

        Interessante essa observação sobre a seda mista! Muito bom ter perguntado antes… Vou experimentar como teste, só de curiosidade para conhecer os efeitos.
        Acho q vc conhce a dica, mas qdo preciso, uso 1 forma mais econômica de fazer stencils: utilizo radiogragias antigas (Raio X); depois de tirar a tinta, dá tranquilamente para recortar e aplicar.
        Muito obrigada por sua atenção (sempre, aliás). Abraços!

        Responder
        • 8. Wagner Campelo  |  6 novembro 2010 às 10:13

          Realmente, Crys, usar radiografias antigas é uma boa opção. Eu as mencionei como alternativa e também as utilizei — inclusive mostrando o passo-a-passo de como deixá-las transparentes na 1ª parte do post sobre ESTAMPARIA ARTESANAL.

          Responder
          • 9. Crystina  |  6 novembro 2010 às 21:57

            OOPS! Desculpe a falha: claro, vc mostrou o processo antes… e muito bem descrito, aliás! Abraços.

  • 10. DANIEL MARIANO  |  4 novembro 2010 às 21:24

    Opa,
    Parabéns pelas postagens. Achei delicado e cuidadosa a elaboração do tutorial. Uma das grandes funções da internet é compartilhar idéias, e tenho certeza que muita gente aprendeu com você.

    Abraços
    Daniel Mariano

    Responder
    • 11. Wagner Campelo  |  5 novembro 2010 às 15:02

      Obrigado, Daniel.
      Eu também gosto muito da possibilidade de compartilhar ideias, trabalhos, pesquisas, resultados… Melhor ainda se o que estiver sendo compartilhado servir para alguém de algum modo. Fico contente em poder divulgar o que faço e inspirar ou auxiliar outras pessoas.
      Abraço.

      Responder
  • 12. Mauryn Schirmer  |  7 novembro 2010 às 14:52

    Oi Wagner, que legal está seu blog, gostei da ideia dos cursos de estamparia artesanal! Aqui sempre é muito inspirador! Parabéns, beijocas

    Responder
    • 13. Wagner Campelo  |  8 novembro 2010 às 10:19

      Que bom que gostou, Mauryn!
      Não chega a ser um “curso” (apenas um passo-a-passo), mas acho interessante explorar todas as possibilidades da estamparia.
      Beijo!

      Responder
  • 14. Crystina  |  8 novembro 2010 às 11:03

    Wagner, a carência de cursos para estamparia é grande, por aqui. Aliás, já comentei a respeito. Comecei um “curso básico” que encontrei na internet….então, POR FAVOR, continue enviando suas dicas, por mais simples que pareça para você, sempre é de grande ajuda para quem está iniciando os conhecimentos a respeito. Continuo agradecendo sua dedicação. Abraços, Crys

    Responder
    • 15. Wagner Campelo  |  10 novembro 2010 às 14:34

      Não se preocupe, Crys: no que depender de mim, continuarei publicando posts relacionados de alguma forma com estampas e estamparia.

      Responder
  • 16. dane  |  9 novembro 2010 às 21:47

    Suas estampas são uma delícia.

    Responder
  • 18. angela  |  15 janeiro 2011 às 23:11

    ola Wagner passeando pela internete, com um objetivo encontrar alquem q me fale como estampar papel de seda e onde comprar a pesas necessária q vou usar. so papel de seda me interessa

    Responder
    • 19. Wagner Campelo  |  16 janeiro 2011 às 10:42

      Angela,
      Lamentavelmente, não sei informar os procedimentos específicos para estampar papel de seda.
      Entretanto, creio que a tinta deve ser o elemento mais importante do processo, devido à fragilidade do papel.
      Sugiro que você busque informações em papelarias, pois creio que eles poderão indicar o material necessário aos seus interesses.
      Abraço.

      Responder
  • 20. Rosinha melo  |  26 fevereiro 2011 às 21:32

    Adorei seus estênceis, como comprar e o passo a passo da aplicaçao?. tenho alguns estênceis em casa; quando aplico vaza a tinta para outro lado, perdendo as formas dos desenhos
    Poderia mandar dicas, p/ que o trabalho tenha toque profissional?
    Moro em salvador/BA
    Agradeço mestre pela paciencia em responder
    Atenciosamente
    Rosinha

    Responder
    • 21. Wagner Campelo  |  27 fevereiro 2011 às 10:37

      Olá, Rosinha
      Eu não comercializo estênceis. O que foi mostrado no post fez parte de um trabalho que precisei desenvolver na minha pós-graduação no ano passado. O passo-a-passo está descrito neste próprio post e nesse outro aqui: https://padronagens.wordpress.com/2010/10/28/estamparia-artesanal-estencil-1%c2%aa-parte/
      Para evitar que a tinta ultrapasse as bordas do estêncil é importante que ela não seja diluída (tem de ser usada como vem na embalagem). Aplicar a tinta com uma esponja pequena ou um pincel batedor pode ajudar a minimizar os eventuais borrões. Pelo menos foi o que verifiquei nesta minha primeira (e única) tentativa de usar a técnica.
      Espero ter ajudado de algum modo.
      Abraço.

      Responder
  • 22. ana raquel  |  27 dezembro 2011 às 22:34

    oie! amei seu passo a passo! estou fazendo um blog so de passo a passo e coloquei o link lá… se puder me visitar, ficarei feliz!
    Ana Raquel
    bjoksssssssssssss

    Responder
    • 23. Wagner Campelo  |  28 dezembro 2011 às 11:27

      Olá, Ana Raquel
      Dei uma passada no seu blog e acho que ele pode ser útil pra quem busca links sobre diferentes “PAPs”.
      Fico contente em saber que o meu passo-a-passo sobre como estampar usando estêncil faz parte da sua lista.
      Obrigado.
      Abraço.

      Responder
  • 24. yara mochiaro  |  15 agosto 2012 às 22:28

    Parabéns, amigo! Dei durante muito tempo aula dessa técnica. É muito bom lembrar. Nota 10. Excelente!

    Responder
  • […] Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6 e 7. […]

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Padronagens & Afins

Sobre mim

Follow padronagens & afins on WordPress.com

Meu Instagram

Estampa finalizada.
Finished print.
.
#colagem #collage #processocriativo #creativeprocess #designdeestampas #designdesuperficie #printandpattern #printdesign #patterndesign #surfacepattern #surfacedesign #stampario #handprint #wagnercampelo Colagem finalizada.
Completed collage.
.
#colagem #collage #processocriativo #creativeprocess #designdeestampas #designdesuperficie #printandpattern #printdesign #patterndesign #surfacepattern #surfacedesign #stampario #handprint #wagnercampelo Processo criativo de colagem para design de estampas.
Creative process of collage for print and pattern design.
.
#colagem #collage #processocriativo #creativeprocess #designdeestampas #designdesuperficie #printandpattern #printdesign #patterndesign #surfacepattern #surfacedesign #stampario #handprint #wagnercampelo Ipomeia da praia
Beach morning glory
Ipomoea pes-caprae
.
#flor #flower #ipomeia #ipomeiadapraia #morningglory #ipomoeapescaprae #praia #praiadareserva #praiadareservarj #beach #barradatijuca #riodejaneiro #rio #inspiração #inspiration #wagnercampelo Bivalve...
.
#concha #shell #bivalve #bivalves #praia #praiadareserva #praiadareservarj #beach #barradatijuca #riodejaneiro #rio #inspiração #inspiration #wagnercampelo Azul da cor do mar...
Blue as the sea color ...
Praia da Reserva
.
#praia #praiadareservarj #praiadareserva #beach #barradatijuca #riodejaneiro #rio #inspiração #inspiration #inspiringplaces #wagnercampelo Estampa floral.
Floral print.
.
#estampa #estampas #print #prints #padronagem #pattern #patterns #floral #printandpattern #designdeestampas #patterndesign #designdesuperficie #surfacepattern #surfacedesign #tecido #fabric #wagnercampelo Estampa floral.
Floral print.
.
#estampa #estampas #print #prints #padronagem #pattern #patterns #floral #printandpattern #designdeestampas #patterndesign #designdesuperficie #surfacepattern #surfacedesign #tecido #fabric #wagnercampelo Estampa floral.
Floral print.
.
#estampa #estampas #print #prints #padronagem #pattern #patterns #floral #printandpattern #designdeestampas #patterndesign #designdesuperficie #surfacepattern #surfacedesign #tecido #fabric #wagnercampelo

Digite seu e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas postagens.
Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 620 outros seguidores

Meus Tweets

Arquivos

Calendário

novembro 2010
S T Q Q S S D
« out   dez »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Estatísticas

  • 755,818 visitas

%d blogueiros gostam disto: