AZUL COBALTO | Galeria Scenarium

31 julho 2015 at 19:25 6 comentários

azul cobalto

Um objeto polissêmico portador de múltiplos significados. Produtos da vida cotidiana presente e pretérita, capazes de revelar traços marcantes da sociedade que aqui se formou. Material perfeitamente adaptado à vida nos trópicos, cumprindo uma função utilitária e decorativa, capaz de desvelar influências, gostos, redes de comércio, relações, estórias e memórias. Elemento ao mesmo tempo abrangente, capaz de descrever parte do progresso técnico e cultural da Sociedade Ocidental, restrito e particular, uma vez que foi testemunho da vida cotidiana e doméstica nas cidades. Apresentar parte dessa história é o que pretende a exposição Azul Cobalto – Azulejos e Memórias. A exposição traz azulejos produzidos em distintos países, como Holanda, França, Bélgica, Portugal, Alemanha e Inglaterra, e discorre sobre a evolução técnica e estilística destes objetos, presentes na arquitetura brasileira desde o século XVII. [texto extraído daqui]

A seguir, algumas fotos que fiz quando visitei a exposição no início de julho. Clique nas imagens para ampliá-las.

Azulejos Brasileiros. Fabricação: Itaipava, Rio de Janeiro, Brasil. Década de 70 e 80.

Azulejos Brasileiros. Fabricação: Itaipava, Rio de Janeiro, Brasil. Década de 70 e 80.

Azulejos Portugueses. Fábrica: Viúva Lamego. Sintra , Portugal. Data: cerca de 1900.

Azulejos Portugueses. Fábrica: Viúva Lamego. Sintra, Portugal. Data: cerca de 1900.

Azulejos Franceses, tipo Pas-de-Calais. Fabricação: Fourmaintraux-Hornoy. Rue des Potiers, Desvres, Pas-de-Calais. Dimensões: 110x110 mm. Século XIX.

Azulejos Franceses, tipo Pas-de-Calais. Fabricação: Fourmaintraux-Hornoy. Dimensões: 110×110 mm. Século XIX.

azul cobalto 04

Azulejos Franceses. Pas-de-Calais, Desvres, França. “Maison Formaintraux Freres, Jules Formaintraux succ. Data: 1877

Azulejos Franceses. Pas-de-Calais, Desvres. Maison Formaintraux Freres. Data: 1877.

Azulejo Carvalhinho do Porto. Cerca de 1890. Cidade do Porto, Portugal. Originalmente o painel era composto por 4 peças centrais (14x14cm) emoldurados por 8 barretes e 2 cantoneiras. Obs: Material retirado de uma casa entre os bairros cariocas do Engenho Novo e Lins de Vasconcelos.

Azulejos Carvalhinho do Porto. Cerca de 1890. Cidade do Porto, Portugal. Originalmente o painel era composto por 4 peças centrais (14x14cm) emoldurados por 8 barretes e 2 cantoneiras. Material retirado de uma casa entre os bairros cariocas do Engenho Novo e Lins de Vasconcelos.

azul cobalto 06

Azulejo brasileiro. Fabricação IRFM (Indústrias Reunidas Fábricas Matarazzo). Data: cerca de 1950.

Azulejos brasileiros. Fabricação IRFM (Indústrias Reunidas Fábricas Matarazzo). Data: cerca de 1950.

Friso superior: Azulejo Belga. Fabricação Boch Frères, La Louviere, Bélgica. Entre: 1841-1879. Abaixo:“Borboletas Belgas” Azulejo Art Nouveau. Data: Cerca de 1911.

Friso superior: Azulejos belgas. Fabricação Boch Frères, La Louviere. Entre 1841-1879. Abaixo:“Borboletas Belgas” Azulejos Art Nouveau. Data: cerca de 1911.

azul cobalto 08a

Azulejos belgas. Fabricação: Les Majoliques de Hasselt. Data: cerca de 1900.

Azulejos belgas. Fabricação: Les Majoliques de Hasselt. Data: cerca de 1900.

Azulejos belgas. Fabricação: Les Majoliques de Hasselt. Data: cerca de 1900.

Azulejos belgas. Fabricação: Les Majoliques de Hasselt. Data: cerca de 1900.

azul cobalto 10a

azul cobalto 11

azul cobalto 12

Azul Cobalto, Azulejos e Memórias.

Azul Cobalto, Azulejos e Memórias.

Azul Cobalto, Azulejos e Memórias.

A mostra permanente acontece na Galeria Scenarium, na Rua do Lavradio nº 15 (Centro do Rio), de terça a sábado, das 13h às 19h. ENTRADA FRANCA. Para mais informações sobre a exposição clique no link abaixo:

www.galeriascenarium.com.br/#!azul-cobalto/c1biv

Entry filed under: design, design de superfície, divulgação. Tags: , , , , , , , , .

UNIVERSO DA COR | agosto de 2015 STAMPA STUDIO + KALIMO lab K | FOTOPRINT Workshop de Estampas Fotográficas

6 Comentários Add your own

  • 1. mariluciaguilen  |  31 julho 2015 às 20:00

    Muito bacana esta abordagem sobre azulejos. Obrigada!

    Responder
  • 3. regina ferreira  |  31 julho 2015 às 21:25

    lindo demais…

    Responder
  • 4. Mario Baeck  |  31 janeiro 2016 às 15:02

    the tiles that are indicated as produced by the Belgian factory Les Majoliques de Hasselt are in reality made by a much bigger Belgian factory, the Manufactures Céramiques d’Hemixem Gilliot & Cie which have the H in a circle as registered trade mark

    mario.baeck@telenet.be
    http://independent.academia.edu/MarioBaeck

    Responder
  • 6. Beatriz Naveiro  |  9 fevereiro 2020 às 10:14

    Muito boa explanação. Sou colecionadora de azulejos antigos a muitos anos e apaixonada por esta arte. Tenho paixao pelo estilo ser nouveaux. Parabéns!!!

    Responder

Deixe uma resposta para Wagner Campelo Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Padronagens & Afins

Sobre mim

Follow padronagens & afins on WordPress.com

Digite seu e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas postagens.
Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se aos outros seguidores de 668

Meus Tweets

Arquivos

Calendário

julho 2015
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Estatísticas

  • 913.324 visitas

%d blogueiros gostam disto: