FOTOGRAFIA COMO REFERÊNCIA E FONTE DE INSPIRAÇÃO

20 novembro 2014 at 11:46 18 comentários

artigo wagner campelo

Acredito que todo designer de estampas necessite de boas referências e fontes de inspiração a fim de obter um resultado estético apropriado às solicitações dos clientes, ou mesmo no caso de um projeto pessoal. Esse ponto de partida através do qual o processo criativo se inicia direciona o pensamento e tende a fazer com que a atividade aconteça de forma organizada. Há quem diga que essa mesma “mola propulsora” a partir da qual as ideias surgem também pode aprisionar e engessar a liberdade criativa. Mas, na vida real, no trato com clientes e exigências do mercado, não há como escapar de um briefing contendo tendências e temáticas, cartelas de cores, diretrizes e restrições que precisam ser consideradas. De minha parte, prefiro encarar essa situação — em tese, limitante — como um desafio: ter de ser original e ao mesmo tempo seguir “regras”, que quase nunca podem ser transgredidas, é algo que sempre me estimula.

Ainda que, para mim, a inspiração possa vir de qualquer parte, admito que cada vez mais venho utilizando fotos feitas por mim mesmo como referência e fonte de inspiração no desenvolvimento das minhas estampas. Porém, o uso da fotografia não me limita em termos criativos e em relação aos resultados que pretendo obter, pois posso explorar essas imagens de diferentes maneiras. Assim, as fotos podem ser usadas diretamente (manipuladas no Photoshop) ou servirem como base para vetorização, redesenho, estilização… as alternativas são praticamente infinitas, sobretudo quando duas ou mais possibilidades são combinadas.

Com o objetivo de realizar um trabalho sempre original é importante que todo designer considere a criação de um banco de imagens particular, contendo referências diversas (vegetais, animais, texturas, objetos, detalhes urbanos, etc.) que poderão ser utilizadas de diferentes formas em projetos distintos. A vantagem deste tipo de banco de imagens pessoal é que além de não ser necessário se preocupar com direitos autorais, a própria concepção estética do designer também será parte integrante da foto.

Deste modo, é relevante que as imagens tenham sempre que possível ótima resolução e qualidade em termos fotográficos (enquadramento, foco, nitidez, etc.), principalmente se as fotos forem exploradas de forma direta na composição da estampa: recortadas ou utilizadas como fundo, por exemplo. Mas mesmo imagens com “problemas técnicos” podem ser aproveitadas de modo indireto, servindo apenas como recurso para resultados mais livres, como no caso do desenho de observação ou do redesenho na mesa de luz.

Não é imprescindível possuir equipamento profissional para criar um banco de imagens autoral adequado. É fato que quanto melhor for a capacidade da máquina, melhores poderão ser as imagens capturadas, entretanto, dependendo de como a foto será explorada, mesmo as câmeras mais básicas poderão ser utilizadas de maneira bastante satisfatória, surpreendente até. Uma imagem de qualidade superior a ser usada como referência nem sempre é garantia de um resultado excelente. Quase sempre o que realmente importa na elaboração de uma estampa original não é tanto a referência em si, mas de que modo ela será trabalhada a fim de se alcançar o objetivo desejado.

_____________________________________________

No artigo acima — recentemente publicado no livro Alma Brasileira, do Prêmio Estampa Brasil —, mencionei algumas formas de explorar fotografias no desenvolvimento de estampas. Por uma questão de espaço, não foi possível mostrar no livro exemplos de todas as possibilidades citadas. No entanto, como tenho espaço de sobra neste blog, resolvi não apenas publicar aqui também o artigo, bem como ilustrá-lo com imagens exemplificando as maneiras através das quais as fotos podem ser aproveitadas. Alguns desses processos já foram mostrados neste blog, mas achei que valia a pena reuni-los num post específico sobre esse tema. Assim, veja a seguir como a partir de fotografias, feitas por mim mesmo, cheguei a diferentes resultados estéticos na elaboração de estampas e padronagens.

©wagner campelo

USO INDIRETO | O ponto de partida para a criação da estampa acima foram algumas imagens da clúsia (Clusia lanceolata), espécie nativa do Brasil, que fotografei no Jardim Botânico do Rio. Neste caso, as fotos serviram apenas como referência para que eu desenhasse as flores e folhas da planta de modo estilizado, resumindo as formas reais num resultado mais gráfico, inicialmente em p&b e depois aplicando cor. Os desenhos foram feitos diretamente no CorelDraw.

©wagner campelo

USO INDIRETO | A fotografia de um canteiro de filodrendros (Philodendron gloriosum), feita por mim também no Jardim Botânico do Rio, serviu como inspiração para o desenvolvimento da padronagem acima. A ideia não era representar a planta fielmente, mas apenas criar um resultado semelhante à imagem original. Os desenhos foram feitos à mão livre com hidrocor sobre papel e posteriormente escaneados e vetorizados.

©wagner campelo

USO INDIRETO | As imagens da flor do melão-de-são-caetano (Momordica charantia) e de uma folha de maxixe (Cucumis anguria), que fotografei em terrenos baldios perto de onde moro, foram utilizadas para o redesenho na mesa-de-luz, desta vez tentando preservar, na medida do possível, as características originais das espécies. Os desenhos foram feitos com aquarela e aguada de nanquim, e posteriormente tratados no Photoshop. Contornos e preenchimentos foram pintados isoladamente para que eu tivesse mais flexibilidade na hora de elaborar a composição.

©wagner campelo

USO INDIRETO | A fotografia de uma caixinha de madeira indiana serviu como referência para o redesenho que fiz tentando converter a imagem original num resultado mais gráfico. Os desenhos foram feitos à mão livre, usando a foto como guia, a fim de obter maior fidelidade em relação à referência original, sem, no entanto, preservar todas as minúcias dos entalhes. O resultado foi escaneado e vetorizado para que eu pudesse criar o rapport.

©wagner campelo

USO INDIRETO | A imagem do tronco da árvore das contas (Elaeocarpus angustifolius), fotografado por mim no Jardim Botânico do Rio serviu somente como inspiração para o desenvolvimento da estampa acima. A ideia era simplesmente explorar o “movimento” percebido na textura do tronco, elaborando um estudo que não precisaria ser fiel à imagem original. Os desenhos foram feitos à mão livre, escaneados e tratados no Photoshop.

©wagner campelo

USO INDIRETO |  Fotos de algumas orquídeas, que fiz  numa exposição num horto perto de casa, foram exploradas no redesenho dos motivos da padronagem acima. Inicialmente, apenas para capturar os contornos das flores, usei papel vegetal e hidrocor. Posteriormente, na mesa-de-luz, pintei os preenchimentos com aguada de nanquim sobre papel Canson para obter um resultado mais “orgânico”. Os desenhos foram escaneados e depois tratados no Photoshop.

©wagner campelo

USO DIRETO | As imagens da flor da pata-de-vaca (Bauhinia blakeana) e das flores secas da jetirana (Merremia umbellata), fotografadas nos jardins do prédio onde moro, serviram de base para a elaboração da estampa acima. Os motivos foram recortados das fotos e em seguida filtrados no Photoshop a fim de que eu conseguisse converter as imagens em “ilustrações”. Fiz a separação das cores dos resultados filtrados para poder colori-los mais livremente.

©wagner campelo

USO DIRETO | A foto do detalhe do tronco de um pândano (Pandanus utilis), que fotografei num horto perto de casa, foi usada na criação das estampas acima. Defini um multimódulo, que foi convertido em rapport, e estabeleci dois tamanhos para as padronagens: um menor, que colori com tons de roxo, lilás e branco; e um maior, que colori usando o mapa de degradês a fim de obter um resultado mais vistoso. As imagens foram manipuladas diretamente no Photoshop.

©wagner campelo

USO DIRETO | A foto da pichação no verso de uma placa de sinalização de trânsito, tirada numa ciclovia perto de casa, serviu como ponto de partida para o desenvolvimento da estampa acima. O motivo foi destacado da imagem original e posteriormente usado numa composição aleatória, que explora sobreposições e transparências. A imagem foi manipulada diretamente no Photoshop.

©wagner campelo

USO DIRETO | A foto da grade de um bueiro (boca-de-lobo), capturada na rua do bairro onde moro, serviu como base para a criação da padronagem acima. Detalhes da imagem original foram recortados e trabalhados diretamente no Photoshop para que eu pudesse convertê-los num módulo de repetição. Posteriormente, alterei as cores e explorei sobreposições e transparências para obter o resultado final.

©wagner campelo

USO DIRETO | A fachada de um prédio, fotografado por mim na praia de São Conrado, foi explorada diretamente na criação da estampa acima. Usei o zoom da máquina para capturar um “close” da fachada a fim de utilizá-la como multimódulo. Depois de rapportada, alterei as cores da estampa e apliquei a ela sobreposições e transparências para obter um resultado mais rico em termos de texturas. A imagem foi inteiramente manipulada no Photoshop.

©wagner campelo

USO DIRETO | A foto do detalhe de uma folha de zamia (Zamia pumila), que fotografei no Jardim Botânico do Rio, serviu como base para a criação de um multimódulo que deu origem à padronagem acima. Depois de estabelecido o rapport, alterei as cores para um resultado mais vibrante. A manipulação das imagens foi feita diretamente no Photoshop.

Creio que os exemplos acima ilustram de forma significativa as possibilidades mencionadas no artigo, e espero que este post possa servir de inspiração para os interessados no assunto. 

Entry filed under: design, design de superfície, estampa, estampa fotográfica, estamparia, estamparia digital, estampas, estampas fotográficas, pattern, patterns, prints, processo criativo, surface design, wagner campelo. Tags: , , , , , , , , , .

URBANO ORNAMENTO ESTAMPAS COORDENADAS & WORKSHOP DE ESTAMPAS FOTOGRÁFICAS | Universo da Cor SP

18 Comentários Add your own

  • 1. Daniella Barros  |  20 novembro 2014 às 12:02

    Oi professor!
    Meu futuro professor! hehe!
    é por isso que amo seu blog e sua forma de ensinar, e já tive muitos feedbacks de colegas que estão fazendo o curso no Rio e ficaram maravilhadas com sua forma de ensinar!
    Tenho um tecido com seu desenho ( este da pata de vaca) minha canga de praia, vou tirar uma foto qualquer hojra e te mando!🙂

    Fico cada dia mais encantada como o universo das estampas é infinito!
    O esta forma como planeja nos motiva a encontrar nosso caminho autoral, ainda estou engatinhando, mas na certeza que estou no caminho certo para fazer algo único para nossa marca!

    É um processo demorado e motivador, um passo de cada vez, mas ainda bem que existem professores como você!

    Por isso merece todo mérito e sucesso do mundo, muitas publicações, livros e referências suas para estudantes da área!

    Parabéns!
    sou sua fã!🙂

    Em 2015 já agendei… farei workshops e oficinas!
    Abraços
    Danny

    Responder
    • 2. Wagner Campelo  |  21 novembro 2014 às 19:59

      Oi, Danny
      Muito obrigado pelos elogios! Fico contente em saber que, de algum modo, as postagens estão sendo úteis pra você.
      Vai ser um prazer ter você como aluna em algum dos meus cursos e workshops!
      Até 2015 então.

      Abraço!

      Responder
  • 3. Úrsula  |  20 novembro 2014 às 16:46

    Post inspirador como sempre, muito obrigada Wagner! Que bom que você tem este espaço de sobra pra compartilhar suas técnicas!😀 Adorei!

    Responder
    • 4. Wagner Campelo  |  21 novembro 2014 às 20:01

      Obrigado pela visita e comentário, Úrsula!
      Que bom que o achou o post inspirador!
      Abraço.

      Responder
  • 5. ana paula  |  20 novembro 2014 às 17:16

    Como sempre, suas explicações são completíssimas. Me lembrei de tudo do curso e relacionei com minhas dúvidas. Ficam cada vez mais claras. Obrigada

    Responder
    • 6. Wagner Campelo  |  21 novembro 2014 às 20:02

      Obrigado, Ana Paula.
      Fico feliz em saber que minhas explicações estão servindo pra você!
      Abraço.

      Responder
  • 7. Malu Frota  |  22 novembro 2014 às 9:55

    Show de criatividade e didática, Wagner! Realmente inspirador. Estou de mudança para o Rio; gostaria de saber quando e onde será o seu próximo curso de estampa fotográfica.

    Responder
    • 8. Wagner Campelo  |  22 novembro 2014 às 16:51

      Obrigado pelo elogio, Malu.
      Aqui no Rio, meu próximo workshop sobre Estampas Fotográficas deve acontecer na STAMPA STUDIO, no primeiro semestre de 2015 (sem data ainda definida).
      Assim que o calendário dos cursos da STAMPA STUDIO estiver pronto divulgarei aqui no blog.
      Abraço.

      Responder
  • […] aqui a importância cada vez mais crescente das ESTAMPAS COORDENADAS no design de estamparia. E na postagem anterior a esta exemplifiquei como explorar FOTOGRAFIAS na elaboração de estampas e padronagens. Assim, […]

    Responder
  • 10. Gislaine Ribeiro  |  15 dezembro 2014 às 9:34

    Wagner, tudo bem?
    Admiro muito o seu talento e consistência nas suas criações.
    Tenho te acompanhado aqui pelo blog.
    Parabéns pelas publicações e prêmios recentes.
    Abraços. Gislaine Ribeiro.

    P.S. Aguardo uma brechinha para continuar a fazer os seus cursos no Universo da Cor.

    Responder
    • 11. Wagner Campelo  |  17 dezembro 2014 às 18:52

      Obrigado pela visita e comentário, Gislaine.
      Espero que você não tarde a encontrar tempo para mais um curso no Universo da Cor.
      Abraço!

      Responder
  • 12. Maria Regina  |  18 dezembro 2014 às 15:50

    Foi uma bela surpresa conhecer seu blog. Tudo muito lindo, ótimas inspirações. Ficarei atenta para participar de um curso seu. Parabéns e muito boa sorte. Maria

    Responder
  • 14. Lidia Santana  |  27 dezembro 2014 às 17:19

    Nem imaginava esse processo todo pra criação. É de fato muito interessante. Uma duvida, que empresa se procura pra passar a nossa arte pra um tecido?

    Responder
    • 15. Wagner Campelo  |  27 dezembro 2014 às 19:55

      Obrigado pela visita e comentário, Lidia. Para imprimir suas estampas em tecido sugiro que você procure estamparias digitais.

      Responder
  • 16. Maira Nogueira  |  31 agosto 2016 às 9:56

    Nossa que lindo seu trabalho! Parabéns!

    Responder
    • 17. Wagner Campelo  |  4 setembro 2016 às 17:13

      Muito obrigado, Maira. Fico contente que tenha gostado.

      Responder
  • […] no meu trabalho, seja usando-a diretamente ou de diversas outras formas — mostradas neste post aqui. Pensando em aliar possibilidades criativas manuais à imagens capturadas por câmeras digitais e […]

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Padronagens & Afins

Sobre mim

Follow padronagens & afins on WordPress.com

Meu Instagram

Textura vegetal: frutos de palmeira.
Vegetal texture : palm tree fruits.
.
#padronagem #pattern #textura #texture #vegetal #palmeira #palmtree #frutos #fruits #inspiração #inspiration #wagnercampelo Textura vegetal: folha de palmeira.
Vegetal texture : palm tree leaf.
.
#padronagem #pattern #textura #texture #vegetal #palmeira #palmtree #folha #leaf #inspiração #inspiration #wagnercampelo Textura vegetal: flores de palmeira.
Vegetal texture : palm tree flowers.
.
#padronagem #pattern #textura #texture #vegetal #palmeira #palmtree #flores #flowers #caryota #inspiração #inspiration #wagnercampelo Azulejos brasileiros. Fabricação Itaipava, Rio de Janeiro. Década de 70 e 80.
Galeria Rio Scenarium.
Brazilian tiles. Manufacture Itaipava, Rio. The 70s and 80s.
.
#azulejo #azulejos #braziliantiles #azulejosbrasileiros #tiles #walltiles #ceramica #ceramics #designdesuperficie #surfacepattern #surfacedesign #inspiração #inspiration #rioscenarium #galeriarioscenarium #wagnercampelo Azulejos Cavalinho do Porto. Cerca de 1890. Porto, Portugal.
Cavalinho do Porto tiles. Around 1890. City of Porto, Portugal.
Galeria Rio Scenarium.
.
#azulejo #azulejos #portuguesetiles #azulejosportugues #porto #oporto #tiles #walltiles #ceramica #ceramics #designdesuperficie #surfacepattern #surfacedesign #inspiração #inspiration #rioscenarium #galeriarioscenarium #wagnercampelo Azulejos brasileiros. Fabricação IRFM (Indústrias Reunidas Fábricas Matarazzo). Cerca de 1950.
Galeria Rio Scenarium.
Brazilian tiles. Manufacture IRFM. Around 1950.
.
#azulejo #azulejos #braziliantiles #azulejosbrasileiros #tiles #walltiles #ceramica #ceramics #designdesuperficie #surfacepattern #surfacedesign #inspiração #inspiration #rioscenarium #galeriarioscenarium #wagnercampelo Estampa da coleção de estreia da @mamedioswim desenvolvida pela @stampastudio.rio
Print from the @mamedioswim
debut collection created by @stampastudio.rio.
.
#estampa #padronagem #print #pattern #printandpattern #designdeestampas #designdesuperficie #surfacepattern #surfacedesign #modapraia #beachwear #swimwear #stampario #wagnercampelo #mamedioswim #arrivingsoon #newcollection #debut #hotpants #elegantlysexy #followthesun #mamediomermaid #sexy #luxury #elegant #fashion #exclusiveprint #unique #limitededition Estampa da coleção de estreia da @mamedioswim desenvolvida pela @stampastudio.rio
Print from the @mamedioswim
debut collection created by @stampastudio.rio.
.
#estampa #padronagem #print #pattern #printandpattern #designdeestampas #designdesuperficie #surfacepattern #surfacedesign #modapraia #beachwear #swimwear #stampario #wagnercampelo #mamedioswim #arrivingsoon #newcollection #debut #hotpants #elegantlysexy #followthesun #mamediomermaid #sexy #luxury #elegant #fashion #exclusiveprint #unique #limitededition Estampa da coleção de estreia da @mamedioswim desenvolvida pela @stampastudio.rio
Print from the @mamedioswim
debut collection created by @stampastudio.rio.
.
#estampa #padronagem #print #pattern #printandpattern #designdeestampas #designdesuperficie #surfacepattern #surfacedesign #modapraia #beachwear #swimwear #stampario #wagnercampelo #mamedioswim #arrivingsoon #newcollection #debut #hotpants #elegantlysexy #followthesun #mamediomermaid #sexy #luxury #elegant #fashion #exclusiveprint #unique #limitededition

Digite seu e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas postagens.
Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 620 outros seguidores

Meus Tweets

Arquivos

Calendário

novembro 2014
S T Q Q S S D
« out   dez »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Estatísticas

  • 756,266 visitas

%d blogueiros gostam disto: